o que são e por que fazer links para outros blogs?

tudo o que você precisa saber em 2020
setembro 9, 2020
Como encontrar fornecedores e fazer boas conexões comerciais?
setembro 11, 2020
Show all

o que são e por que fazer links para outros blogs?

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A princípio, nos parece estranha a ideia de direcionar para outros sites os usuários que tanto batalhamos para atrair. Entretanto, quando percebemos a importância das referências de outras páginas para o sucesso das nossas, mudamos o olhar sobre os link externos, um dos mais importantes fatores de uma estratégia de link building.

Na literatura científica, os artigos e pesquisadores mais relevantes são, geralmente, aqueles mais citados em outras publicações, tendo em vista que a reputação daquele que referencia também agrega valor ao trabalho citado e vice-versa.

Nos buscadores, a autoridade dos sites e o rankeamento das páginas estão sujeitos a princípios semelhantes. Neste artigo, você entenderá como isso funciona dentro do universo do Marketing de Conteúdo. Confira os tópicos que preparamos.

Continue a leitura para conferir!

O que são links externos?

Se os links internos são hiperlinks cujo destino são outras páginas do seu site, os links externos são aqueles que apontam para endereços diferentes. São muito usados para expor a origem de informações citadas, mas também podem ser indicações espontâneas de conteúdo que o autor considera relevante para o usuário.

Naturalmente, há uma diferença entre referenciar e ser referenciado. No primeiro caso, chamamos os links de outbound links ou links de saída. No segundo, temos os inbound links, links de entrada ou, como são mais conhecidos atualmente, backlinks.

Fonte: Alexa

“Um outbound link de seu site é um inbound link para outro site.”

Como você vê, a única diferença entre os dois tipos de links externos está no domínio em questão, ou seja, o outbound link do seu site é o inbound link de outro e vice-versa. No entanto, precisamos ter em vista que o princípio e o impacto de cada um deles na sua estratégia é diferente.

Por que devo me preocupar com esses links?

Os hiperlinks (ou hipertextos) são um dos recursos que fazem da internet o que ela é. No entanto, eles só começaram a desempenhar um papel de destaque com a chegada dos buscadores.

Os primeiros sites desta categoria apresentavam resultados em ordem alfabética ou organizados em assuntos, o que tornava o processo de busca na web semelhante a uma consulta na biblioteca.

Posteriormente, novos mecanismos se destacaram por adotar soluções mais eficientes para lidar com o enorme volume de páginas que surgiam e reduzir o esforço dos usuários nas pesquisas.

O mais bem-sucedido deles foi o Google, cujo algoritmo utiliza o prestigiado sistema PageRank, um projeto desenvolvido pelos fundadores da empresa enquanto estudantes da Universidade de Stanford. Basicamente, essa tecnologia estima a relevância de uma página de acordo com a quantidade e a qualidade dos links que apontam para ela.

Autoridade dos links

É claro que existem vários outros fatores que influenciam o rankeamento dos sites no Google, mas, como ilustraremos ao longo deste artigo, os links externos merecem uma atenção especial dos profissionais de SEO.

Qual é a importância dos links externos para os resultados orgânicos?

Além de serem melhor indexados pelos mecanismos de pesquisa, conteúdos de alta qualidade tendem a ser mais referenciados, pois apresentam informações importantes para o público e para seu segmento. Esse, portanto, deve ser o princípio da sua abordagem.

Entretanto, tendo em vista a influência notável dos backlinks nos desempenho dos sites nos resultados de pesquisa, vale a pena apostar em outros meios para aumentá-los.

No relatório SEO Trends 2020, a Larissa Lacerda, editora-chefe aqui no Blog da Rock Brasil, ilustra a importância dessa prática para o desempenho dos posts da empresa.

“Na Rock Content, os esforços para angariar links externos são contínuos e, por anos, têm nos ajudado a conquistar e a manter a primeira posição para palavras-chave estratégicas e com alta concorrência”.

Importância dos backlinks

Sendo assim, os profissionais de SEO não devem se restringir às configurações técnicas e às otimizações do seu próprio conteúdo. É importante compreender as relações entre os sites da sua área e construir um bom relacionamento com eles.

Os meus outbound links influenciam o SEO?

Sabemos que os backlinks afetam diretamente o desempenho orgânico das suas páginas nos resultados de pesquisa, certo? Mas, e quanto aos links de saída?

Alguns testes realizados pela Moz sugerem que os outbound links também contribuem para a “autoridade de domínio”, um dos diversos fatores de rankeamento do Google.

Essa afirmação, porém, é um pouco polêmica, pois, apesar de a recomendação existir nas diretrizes do buscador, o seu impacto direto no rankeamento nunca foi confirmado pela companhia.

De qualquer maneira, o argumento da Moz alivia os profissionais de Marketing que temem que esses links reduzam o tempo de permanência nas suas páginas e aumentem a taxa de rejeição. Entretanto, seja verdadeira essa informação ou não, o fato é que existem vários outros bons motivos para você utilizar os outbound links.

Quando os outbound links são essenciais?

Se você quer que outros sites linkem para o seu, é prudente que você linke para outros, não acha? Entretanto, essa prática não se resume a uma mera atitude diplomática por parte dos produtores de conteúdo.

Se deseja que a sua persona encontre e desfrute das postagens do seu site, você não deve medir esforços para tornar a experiência nas suas páginas a melhor possível― afinal, ela não precisa fazer muito esforço para encontrar outros conteúdos na web.

Nesse sentido, chegamos a quatro situações em que o uso dos outbound links é essencial. Confira.

Quando seu blog não é especialista no assunto

A internet é um ambiente aberto e não há como impedir as pessoas de explorá-lo. Por mais que o seu blog entregue um grande volume de informações, certamente existem alguns assuntos que podem cruzar o seu conteúdo, mas que não são exatamente a especialidade do seu negócio.

Nesses casos, se construir uma relação de confiança com seu público é importante para você, por que não passar a palavra para outro site que pode oferecer mais detalhes ao seu usuário?

Quando você cita dados e argumentos

Essa é, provavelmente, uma das boas práticas mais negligenciadas da internet. Entretanto, em um momento tão marcado pelas fake news, informar a fonte de dados, citações e notícias nunca foi tão importante.

Além disso, como estamos tentando melhorar a experiência nos sites, é fortemente recomendável inserir um link para o conteúdo original, seja uma pesquisa, seja uma notícia.

Ao fazer isso, além de conferir mais transparência às informações citadas, você deixa de corroborar com a propagação de boatos (acontecimentos e pesquisas cujo endereço da fonte nunca é citado), mas que, por vezes, ecoam até em grandes portais de comunicação.

Quando seu site utiliza conteúdos de terceiros

Não há nenhum problema em usar imagens ou vídeos de outras páginas nos seus conteúdos, desde que esse material tenha sido disponibilizado publicamente por seus autores e que você dê o devido crédito a ele ― o que, em um post, por exemplo, pode ser um link para a página na qual o conteúdo foi publicado originalmente.

O uso de trechos de outras postagens, porém, merece um pouco mais de atenção. Quando muito extensos ou diversos em uma mesma página, eles podem ser entendidos como plágio pelos mecanismos de pesquisa.

Quando você deseja chamar a atenção de um possível parceiro

Os links externos podem ser rastreados facilmente por ferramentas de Marketing Digital. Dessa forma, tal como os pingbacks eram utilizados no passado, os outbound links podem ser usados para demonstrar que a sua empresa apoia uma empresa ou conteúdo e está disposta a compartilhá-lo com a sua audiência.

Pode soar como uma atitude “tímida” de aproximação, mas seus resultados podem ser significativos, afinal, ao citar outros sites, você os incentiva a fazerem o mesmo.

No entanto, isso não deve ser feito de maneira indiscriminada. Se o site linkado não achar o seu link conveniente, ele pode rejeitá-lo, portanto, procure criar links que sejam realmente relevantes e façam sentido.

Como fazer linkagens externas do jeito certo?

Seja para links inbound, seja para links outbound, existem alguns parâmetros que influenciam o “peso” dos links externos no SEO, são eles:

Acima de tudo, os seus links devem ser utilizados de maneira natural, inclusive ao realizar parcerias com outros blogs. Dessa forma, deve-se evitar repetições desnecessárias e inserções forçadas. Varie seus links e textos âncora tendo sempre em mente a experiência do usuário.

Como gerenciar os seus links externos?

Existem várias ferramentas para identificar e gerenciar links externos. Confira algumas sugestões a seguir.

Google Analytics

O Google Analytics apresenta uma série de funções para nos ajudar a otimizar os links de um site, o que inclui a possibilidade de listar e acompanhar os links externos presentes em nossas páginas.

Após adicionar a tag do Google Analytics no seu site, basta adicionar o script referente a essa função no cabeçalho da página. Ao fazer isso, todos os cliques realizados nos seus links externos serão listados no seu relatório de eventos.

Google Search Console

Para descobrir os links internos e externos do seu site, você pode usar o Search Console. Basta selecionar a opção “Links” no menu lateral para conferir um relatório com os links externos e internos das suas páginas e algumas opções de gerenciamento.

Ahrefs

Para uma análise mais rica, o Backlink Checker da Ahrefs é uma das soluções mais indicadas por profissionais de Marketing Digital. A ferramenta traz um generoso conjunto de métricas para você analisar a qualidade dos seus backlinks e palavras-chave.

Outras ótimas opções dessa categoria são:

Como obter backlinks de qualidade? 7 táticas para você usar!

Se você deseja obter links de outros site, deve pensar em conteúdos que sejam cobiçados por eles. Para finalizar este artigo, reunimos sete táticas para aumentar os seu backlinks. Anote aí:

  1. torne-se uma fonte de dados: mesmo que não seja uma empresa de pesquisa, você pode fornecer insights que são relevantes para outros sites;
  2. utilize a técnica Skyscraper: basicamente, essa prática consiste em estudar um conteúdo de alta performance (que detém muitos backlinks) e criar um novo ainda melhor;
  3. utilize formatos de conteúdo desejáveis: testes, posts do tipo “por que” ou “como fazer”, infográficos e vídeos são os tipos mais referenciados;
  4. crie guias completos: se você quer que os outros sites mencionem a sua página, diga tudo sobre o assunto em questão em um post caprichado;
  5. obtenha links de conteúdos desatualizados: se a sua empresa passou por alguma mudança de domínio ou marca, você pode entrar em contato com os sites que linkam para seus endereços desatualizados e pedir para que criem links para suas novas páginas.
  6. seja citado em listas e páginas de recursos: você pode solicitar links em portais que criam páginas com listas de sites, produtos e ferramentas;
  7. solicite backlinks em menções não vinculadas: quando uma página menciona a sua empresa ou seu conteúdo, mas não insere um link para seu site, você também pode solicitar.

Os links externos vão um pouco além das otimizações habituais e nos convidam a olhar além do nosso “cantinho na web”. Entre vários outros aspectos, eles nos lembram da importância de dar foco à experiência do usuário e comprovam que um bom trabalho de SEO também depende de bons relacionamentos.

Todas as práticas citadas são muito relevantes para o sucesso do seu blog, mas há uma que certamente pode ser um divisor de águas para o seu negócio: o guest blogging! Baixe nosso guia definitivo para aprender a fazer parcerias, aumentar a sua autoridade e atrair mais visitantes!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda

Os comentários estão encerrados.