o que é, ferramentas e como aplicar
novembro 19, 2020
resultados do evento de voluntariado da Rock Content
novembro 23, 2020
Show all

o que é, como usar e exemplos!

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Conteúdo gerado pelo usuário, também conhecido como UGC, é um termo que é pauta em todas as empresas que têm estratégias de Marketing Digital. É uma corrida em busca de material genuíno e de qualidade, criado e distribuído por seus públicos.

Mas o que, exatamente, significa conteúdo gerado pelo usuário? Por que, de repente, ele se tornou uma prioridade para os planos de Marketing de Conteúdo em todo o mundo?

Neste artigo, vamos mostrar tudo o que é necessário para começar por esse caminho. Você vai ver:

O que é conteúdo gerado pelo usuário (UGC)?

Bom, não dá para ser mais conciso do que isso: conteúdo gerado pelo usuário é o conteúdo que os usuários geram. A redundância, aqui, é proposital, para ajudar a reforçar o conceito.

No entanto, embora pareça simples, o seu significado para as empresas na era digital é um assunto totalmente novo que queremos explorar. Uma coisa que a internet nos trouxe é que todo consumidor é também um criador e distribuidor.

Nas redes sociais, aplicativos de mensagens, fóruns e, até mesmo, via e-mail, estamos produzindo, fazendo curadoria e compartilhando o tempo todo.

Portanto, não importa a escala: os usuários da internet estão sempre influenciando mentes, como amigos, familiares e seguidores. Esse é um poder imenso que as empresas rapidamente identificaram como uma oportunidade.

Isso vem de dois grandes hábitos que os clientes têm online: eles gostam de compartilhar experiências que amam e de ser os primeiros a trazer novidades para seus círculos de influência. Todo mundo quer ser descolado e moderno.

Quando as empresas associam essas experiências às suas marcas, elas começam a ver pessoas dispostas a produzir conteúdo relacionado a elas. É uma forma orgânica de entrar em suas vidas enquanto promove um produto ou serviço.

Por exemplo, toda vez que uma empresa lança uma campanha de hashtags em uma rede social, está apostando no UGC para atrair atenção e conversões.

Quais são os benefícios do User Generated Content?

Não é uma coincidência que tantas empresas, agora, estejam investindo em conteúdo gerado pelo usuário. Os cases mostram uma ampla variedade de benefícios que aprimoram as estratégias, o alcance e o engajamento do Marketing de Conteúdo.

Vamos ver os principais deles, a seguir!

Conteúdo gratuito e valioso para SEO

A melhor coisa sobre o conteúdo gerado pelo usuário é que ele não exige muito tempo e esforço de uma equipe de marketing. O seu papel é formatar e impulsionar a campanha, já que o seu público faz todo o resto.

Isso significa um volume imenso de conteúdo vinculado à sua marca, muito mais do que uma equipe interna ou terceirizada poderia produzir.

Com o tempo, a frequência por si só é suficiente para melhorar seu SEO. Se tantas pessoas estão falando sobre você, o Google percebe isso.

É por isso que qualquer conteúdo gerado pelo usuário é barato e eficaz, duas palavras que todo líder de marketing quer ver juntas ao planejar uma nova estratégia.

Maior alcance nas redes sociais

Quando você pensa sobre como funcionam as conexões nas redes sociais, percebe como elas são exponenciais. Se você tem 10 mil seguidores, transformá-los em promotores pode fazer com que você alcance cem vezes esse número.

É por isso que o esforço dedicado a engajar seu público deve sempre ser direcionado para transformar essas pessoas em promotores. Não há maneira melhor de aumentar a visibilidade do que viralizar, tornando-se parte de um meme positivo ou de uma hashtag popular. Portanto, use isso a seu favor.

Confiança do cliente

Uma pesquisa recente da Nielsen mostrou que 92% dos clientes confiam mais no conteúdo espontâneo gerado pelo usuário do que em um anúncio tradicional.

Isso é bastante, não é? E faz sentido, pois os clientes sabem que os anúncios são personalizados para atrair e apelar. Quando queremos saber sobre um produto, buscamos análises e opiniões. Pedimos às pessoas em quem confiamos.

Por ter uma estratégia de conteúdo gerado pelo usuário alimentando esse tipo de material de forma constante, você criará autoridade e valor no mercado.

Desejo de marca

“Se todo mundo está falando sobre essa marca, eu também quero fazer parte dela”. Esse é um sentimento constante e comum, o FOMO, de que falamos acima. O conteúdo gerado pelo usuário é ótimo para produzir a sensação de conexão.

Do usuário comum aos influenciadores, ver a marca relacionada às pessoas é um fator que contribui para a tomada de decisão.

Coleta de dados

O que você pode obter de seus leads que é mais valioso do que dados? Nada. Para os profissionais de marketing modernos, essa é a chave para criar campanhas inéditas e bem-sucedidas.

Ao gerar conteúdo, os usuários também fornecem informações sobre sua jornada e experiência. Além disso, eles estão engajados e propensos a responder mais perguntas quando você as faz.

Assim, use conteúdo gerado pelo usuário para conhecer melhor seu público, suas expectativas e o que o faz escolher você. A partir daí, você pode usar o Business Intelligence para ajustar e adaptar todos os aspectos de uma ótima estratégia de Marketing de Conteúdo.

Fonte para novos materiais

Algumas marcas usam o conteúdo gerado pelo usuário como fonte para peças publicitárias, ações promocionais maiores ou mesmo para novas peças de conteúdo em seus blogs.

O fato é que os usuários geralmente criam peças de grande valor, seja por conta de suas opiniões favoráveis ou de sua criatividade ao abordar o tema proposto.

Assim, muitas ideias boas podem surgir de um simples comentário no Facebook ou de um tweet criativo com a hashtag escolhida para a sua campanha.

Fonte de engajamento com a persona

O cenário ideal de todo produtor de conteúdo é ter uma audiência grande e leal, engajada com suas criações. Muitos conseguem atingir um público grande, mas sem tanto engajamento assim.

Uma estratégia como esta, que inverte o papel de produtor e coloca o usuário como centro das atenções, é uma maneira e tanto de conquistar o engajamento que falta.

Investimento de baixo custo e altos resultados

Os resultados já ficaram claros, como vimos até aqui. Força de marca, impacto nas decisões de compra, amplo alcance e engajamento elevado são apenas alguns deles.

Mas que dizer dos custos para investir nisso? O investimento é baixo, já que envolve mais a capacidade de envolver a sua audiência em torno da sua mensagem do que qualquer outra coisa.

Provavelmente, você já possui a maioria dos canais nos quais é possível convidar os seus fãs a criar conteúdo:

  • um blog, no qual eles possam comentar;
  • redes sociais, para que eles comentem e usem hashtags específicas;
  • landing pages, para criar concursos mais elaborados e incentivar a produção de conteúdo.

Onde o conteúdo gerado pelo usuário pode ser usado?

O conteúdo gerado pelo usuário é uma estratégia em crescimento constante, principalmente, porque nos oferece mais ferramentas para produzir e compartilhar o que queremos. Portanto, os meios que temos agora são muito mais avançados do que há dez anos, mas podem se tornar obsoletos no futuro.

A postura correta é investir no que é tendência, de olho no próximo grande sucesso. Então, vamos ver onde usar o conteúdo gerado pelo usuário agora para promover sua marca!

Ativações nas redes sociais

As redes sociais são o lugar perfeito para impulsionar as estratégias de Marketing de Conteúdo. É o lugar onde você amplifica seu alcance, conecta-se com seu público e mede a sua visibilidade.

Mas as empresas também precisam ver esses canais como uma forma de reunir promotores espontâneos, que são clientes satisfeitos e entusiastas, que podem usar a marca direta ou indiretamente no conteúdo que produzem. Para fazer isso, você pode usar hashtags, criar concursos e oferecer recompensas.

Tudo o que você precisa para ativar a sua base de clientes é o incentivo certo. Mas onde você pode fazer isso? Depende da brand persona, da buyer persona e do produto que está sendo promovido.

Por exemplo, se sua empresa vende um produto visual, o Instagram é o lugar perfeito para ativação. Se você oferece um serviço, compartilhar o que os usuários fazem com ele também é ótimo. Afinal, ele mostra não apenas o produto, mas também, o que as pessoas podem fazer com ele.

social media ugc

Porém, lembre-se de que você também deve reconhecer e compartilhar os promotores. É uma troca que transforma clientes em influenciadores.

Avaliações

Você sabia que as avaliações (ou reviews) também podem ser vistas como conteúdo gerado pelo usuário? Essa talvez seja a maior estratégia que a maioria dos líderes de marketing ignora.

Esse tipo de conteúdo agrega valor como uma opinião direta sobre um produto ou serviço. Portanto, é visto como um conteúdo muito honesto e direto sobre sua solução. Com ele, você precisa fazer um esforço em duas frentes:

  • contar com mecanismos automatizados e convincentes para incentivar os clientes a avaliar o produto;
  • trabalhar com pessoas que criam ótimo conteúdo e o compartilham em seu blog e nas redes sociais.

Uma regra de ouro é nunca mudar o que a pessoa está dizendo em sua avaliação. Na maioria das vezes, não é nem mesmo sobre o que está sendo dito, mas como você o apresenta.

Avaliações ruins podem ser um ótimo conteúdo quando associadas a pontos informativos e objetivos. Você pode explicar por que a experiência não foi boa e como a empresa está sempre aprendendo e melhorando.

Conteúdo em vídeo

O vídeo está se tornando mais acessível para o público em geral e é um dos bons canais para promover conteúdo gerado pelo usuário. O YouTube ainda é ótimo para engajamento e compartilhamentos. No entanto, seu verdadeiro valor mudou para mídias mais curtas e compartilháveis, como no Instagram Stories e no TikTok.

Você pode usar as mesmas estratégias, como hashtags especiais e concursos, para criar grande valor em peças visuais geradas pelo usuário.

Eventos especiais

Você pode usar todos os seus canais sociais e promocionais para impulsionar conteúdo gerado pelo usuário para eventos exclusivos: um dia ou semana especial, aniversário da empresa ou períodos de férias.

Uma estratégia de conteúdo bem organizada para essas datas cria uma sensação de FOMO (“fear of missing out”, ou “medo de ficar por fora” em inglês) em seu público. Essas pessoas vão querer participar com fotos, vídeos e textos para fazer parte do momento.

Quanto mais pessoas você reunir para um evento online, mais público vai querer participar do próximo. O conteúdo criado pode ser reutilizado e reaproveitado durante o ano todo.

Você também pode se interessar por este outro conteúdo!
👉 Prosumer: o que é, características e impactos no marketing

Como as marcas estão usando o UGC? 7 cases de sucesso

É sempre inspirador e esclarecedor ver como outras empresas aplicam metodologias e utilizam estratégias diferentes  —  especialmente as que são referência de mercado.

Por isso, considere agora 4 exemplos de uso de conteúdo gerado pelo usuário que nos ajudam a entender como executar essa tática com maestria e conseguir bons resultados:

1. Coca-Cola

Mais uma menção honrosa a Coca-Cola! Se você estava no planeta Terra nestes últimos anos, provavelmente se lembra da incrível campanha da Coca-Cola que envolvia as garrafas e latas personalizadas com nomes de pessoas.

latinha da coca com nome

A ideia era que os fãs compartilhassem com seus amigos latinhas com os nomes deles. A repercussão foi tão grande que virou caso de sucesso no mundo todo.

Aqui no Brasil, inclusive, um vídeo do canal Porta dos Fundos alavancou ainda mais o sucesso da campanha.

2. Adobe

Adobe UGC contest

Nós falamos sobre como o conteúdo gerado pelo usuário pode ser usado para mostrar o que as pessoas podem fazer com um serviço ou solução. O case da Adobe é a maneira perfeita de exemplificar isso.

A hashtag #adobe_perspective é uma campanha de conteúdo gerado pelo usuário que convida designers a mostrar seu trabalho e ajudar os leads a imaginar o que é possível fazer com o software.

3. GoPro

A GoPro é uma das marcas que investe mais pesado em conteúdo gerado pelo usuário.

Basta dar uma olhada nos canais da empresa para observar como o foco é quase todo para as experiências e possibilidades de aventura que se pode ter com uma GoPro, e não para os recursos e funcionalidades do produto.

gopro

Com isso, a marca se tornou referência em UGC, e tem conseguido manter uma estratégia consistente de marketing baseado nele já por anos.

4. Wayfair

Wayfair UGC

A ativação da Wayfair no Instagram é um exemplo clássico de conteúdo gerado pelo usuário nas redes sociais. #WayfairAtHome é uma hashtag para os clientes mostrarem seus espaços especiais decorados com os produtos de sua loja de móveis online.

5. Starbucks

Starbucks UGC contest

Como já mencionamos, os concursos são ótimos para o conteúdo gerado pelo usuário, e poucas empresas o fazem com tanto sucesso quanto a Starbucks. A principal estratégia é usar algo icônico, que também é comum na rotina do cliente: seus copos de marca.

O concurso do copo vermelho era um evento em que convidavam qualquer pessoa a criar e compartilhar sua arte desenhada nos mesmos copos que acompanham o café. Foi um grande sucesso no Instagram.

6. Encontrado no Canadá

Os exemplos anteriores tratam de solicitar conteúdo. Mas queremos mostrar que usar o conteúdo existente gerado pelo usuário também é uma ótima ideia de marketing.

Em 2016, o Destination Canada queria criar uma nova campanha para o mercado de viagens dos EUA. Em vez de produzir imagens para mostrar o que o país tem a oferecer no turismo, eles decidiram adquirir os direitos de milhares de fotos e vídeos nas redes sociais para criar as peças.

Esse tipo de plano faz com que o cliente convertido se sinta especial e faça parte de uma campanha publicitária tradicional. É um incentivo para outras pessoas fazerem o mesmo quando se tornarem clientes também.

7. Ruffles

Por último, podemos citar a batata Ruffles e seus sabores criados pelos próprios consumidores.

ruffles

Já por mais de uma vez a marca criou concursos nos quais o público tinha de enviar sugestões de novos sabores, e os mais votados se tornariam sabores da marca, com dinheiro a uma porcentagem das vendas para os vencedores.

A cada concurso, são milhares de participantes, grande repercussão nas redes sociais sobre os sabores em disputa e notícias em blogs dos mais diversos tamanhos.

Seja qual for a abordagem que você escolher, o conteúdo gerado pelo usuário é uma nova peça fundamental para o marketing digital e de conteúdo. Com planejamento, você pode aumentar sua visibilidade e envolver muito mais pessoas com pouco esforço e orçamento.

Quer saber mais sobre como fazer seus clientes ajudarem a promover a imagem da sua marca? Descubra agora com o nosso ebook sobre marketing de defensores!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda

Os comentários estão encerrados.