Experiência na página será novo fator de rankeamento do Google
maio 29, 2020
Federer supera CR7 e Messi na lista da Forbes e o atleta mais bem pago do mundo
maio 30, 2020
Show all

como se destacar na internet?

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Em 2019, o Brasil contava com 930 mil e-commerces. O dado é do BigData Corp em parceria com o Paypal e mostra como a concorrência pode ser intensa no comércio digital. Nesse contexto, diferenciar-se das outras lojas virtuais é fundamental para o sucesso do seu negócio.

Para muitos empreendedores, montar um site de vendas resume-se apenas a carregar os produtos e disponibilizar meios de pagamento para que os clientes possam comprar. Entretanto, com tantas lojas virtuais disponíveis, é necessário conquistar o consumidor.

Portanto, nas próximas linhas, vamos apresentar 10 dicas para que seu e-commerce possa se destacar da concorrência, encantar muitos clientes e, consequentemente, ter um aumento nas vendas. Acompanhe a leitura!

1. Foque em um nicho específico

O primeiro passo para se destacar da enorme concorrência que existe no comércio digital é focar seus produtos em um nicho específico. Isso significa que você deve buscar solucionar um problema característico de um grupo restrito, que ninguém mais está resolvendo.

Dessa forma, a chance de seu negócio conquistar um espaço entre aquele grupo de consumidores aumenta consideravelmente. Além disso, essa é uma forma de evitar a concorrência direta com grandes redes varejistas.

Vejamos um exemplo prático. Se você quer vender ou já vende produtos para pet, em vez de vender de tudo, você pode escolher um tipo de animal de estimação e, mais ainda, um gênero específico de artigos.

Uma ideia seria vender roupinhas para cachorros com estampas combinando com acessórios para os donos, como uma coleira para o cão e uma tiara para a dona com os mesmos desenhos, por exemplo.

2. Estude a fundo sua persona

Para que o primeiro ponto possa ser executado com sucesso, um aspecto complementar é estudar a fundo a persona do seu negócio.

De forma resumida, persona é um personagem semifictício que vai representar seu cliente ideal. Esse perfil deve conter informações mais específicas do que a do público-alvo. Além de informações demográficas, devem constar elementos como:

  • gostos, preferências e costumes;
  • hobbies e hábitos, especialmente de uso da internet;
  • necessidades e medos.

A partir dessas informações, vai ficar muito mais fácil entender seu público. Desse modo, criar uma solução para o problema com seus produtos e comunicá-la a essas pessoas se torna uma tarefa mais simples.

No começo do negócio, é normal que uma parte das informações referentes à persona seja feita a partir de suposições acerca do público que você quer atingir.

Mas a ideia é que, à medida que você tenha seus primeiros clientes, realize pesquisas qualitativas com eles para entender melhor quem são eles. Mas não se preocupe se não souber do que se trata, falaremos sobre elas mais adiante.

3. Faça uma análise da concorrência

Para poder se destacar de outras empresas, é importante também saber o que elas estão fazendo. Nesse sentido, a análise da concorrência se torna indispensável.

Ao analisar seus concorrentes, você deve observar aquelas empresas que disputam o mesmo mercado que seu e-commerce. E essa verificação de como se portam outros negócios deve ser constante.

Algumas formas de fazer essa análise da concorrência são:

  • navegar pela loja virtual do competidor;
  • observar os conteúdos publicados nas redes sociais deles;
  • cadastrar-se em suas newsletters;
  • visitar as páginas dessas empresas em sites como o Reclame Aqui.

A partir daí, você será capaz de identificar pontos fortes e fracos tanto deles quanto seus. Dessa maneira, ficará mais simples planejar ações para fortalecer o que você já tem de bom e melhorar o que está atrás da concorrência.

4. Tenha o atendimento como um diferencial

Para muitos e-commerces, o atendimento é apenas um pré-requisito a ser cumprido. Entretanto, esse pode ser um ponto fundamental para conquistar e fidelizar clientes.

Logo, você pode dar um foco especial ao atendimento ao cliente em sua loja virtual. Em primeiro lugar, garanta que sua equipe seja sempre educada e solícita. Ouça e tente ajudar os clientes que procurarem seus canais de atendimento.

Além disso, sempre que uma compra for entregue aos seus clientes, envie uma mensagem de acompanhamento. Você pode perguntar se chegou tudo certo e enviar dicas de uso e de manutenção do artigo.

Esse pequeno gesto pode fazer toda a diferença para que esse consumidor se lembre da sua loja — e não do seu concorrente — em uma próxima compra.

5. Planeje uma estratégia de frete

O frete é uma das maiores dores no comércio digital. Para os clientes, os altos preços e prazos, muitas vezes, desestimulam a compra. E, para os lojistas, esses fatores pesam no abandono de carrinhos.

Como forma de evitar esse problema, você deve ter uma estratégia para oferecer as melhores condições aos seus clientes. Uma forma de fazer isso é cotar com mais meios de envio que não apenas os Correios.

Muitas vezes, de acordo tamanho e peso de produto ou com o endereço onde ele deve ser entregue, diferentes opções trarão o melhor custo-benefício.

Para que esse trabalho de cotação não precise ser feito manualmente, existem empresas como Melhor Envio e Frenet, que fazem essa comparação.

É possível até mesmo integrar essas soluções diretamente a algumas plataformas de e-commerce. Assim, a cotação será feita automaticamente e as melhores opções apresentadas ao cliente no site.

6. Faça seu plano de marketing

Toda loja virtual que queira vender seus produtos precisa fazer algum tipo de divulgação. Muitos negócios fazem isso pontualmente, sem muita organização. Porém, estruturar a estratégia em um plano de marketing pode ser um diferencial.

Ter suas ações estratégicas registradas nesse documento vai ajudar no planejamento a longo prazo. Por meio dele, você terá controle sobre o que já foi realizado e os resultados que estão surgindo a partir de determinada ação.

Assim, será possível realizar iniciativas certeiras na área de marketing, de modo a identificar quais ações trazem melhor retorno sobre o investimento (ROI). Nem todos os e-commerces fazem isso, o que pode te trazer maior sustentabilidade financeira em relação à concorrência.

Template de Plano de Marketing

Preencha o seu email e receba um modelo de plano de marketing gratuitamente!


7. Foque na responsividade mobile

De acordo com o NuvemCommerce, relatório anual do e-commerce da Nuvemshop, 65% das vendas realizadas por lojas que utilizavam a plataforma foram feitas para clientes utilizando dispositivos móveis em 2019. Ou seja, mais da metade dos consumidores compraram por smartphones ou tablets.

Por isso, focar na responsividade da sua loja virtual para esses aparelhos é fundamental. Pense em um cliente que acessa um e-commerce por meio de seu celular e nota que o site não carrega direito. Ele vai procurar o produto que quer na concorrência, certo?

Portanto, você deve evitar que esse tipo de coisa aconteça. Para isso, certifique-se de que a plataforma de e-commerce que você utiliza é responsiva para mobile e não suba muitos produtos por página, para evitar que o carregamento demore. Organize os artigos em categorias, assim eles não precisam ficar concentrados na home, por exemplo.

8. Ofereça um checkout simples e seguro

O momento de finalização de uma compra pode ser determinante para que ela ocorra de fato ou não. Isso porque checkouts que exijam muitas informações podem levar ao abandono do carrinho de compras. Portanto, exija apenas os dados indispensáveis para cobrança e entrega da encomenda.

Além disso, a segurança na hora do pagamento é fundamental. Afinal, se encontrar qualquer coisa suspeita, o cliente vai desistir de inserir suas informações pessoais ali.

Por esse motivo, oferecer o checkout transparente é uma boa ideia. Com essa funcionalidade, o pagamento é processado sem que o consumidor precise ser redirecionado para uma página externa ao seu site.

9. Pense na experiência do cliente

Muitas lojas virtuais acabam tomando as decisões baseado no que é melhor para o negócio. É claro que sua empresa precisa ser lucrativa, mas, para isso, é necessário que os clientes comprem de você.

Nesse sentido, leve sempre em consideração a experiência do cliente quando em contato com sua marca. Ofereça a melhor navegação possível em seu site, publique conteúdos relevantes para o público em seus canais de comunicação, forneça diversas opções de pagamento em sua loja e por aí vai.

O pensamento de “o cliente em primeiro lugar” pode colocar seu e-commerce em destaque frente aos concorrentes que não sigam essa máxima.

10. Realize pesquisas com seu público

Por fim, para poder levar as opiniões dos clientes em consideração, você pode realizar pesquisas com eles. Elas podem ser tanto quantitativas como qualitativas.

Essas perguntas podem ser feitas em relação a diversos aspectos do seu negócio, como, por exemplo:

  • funcionalidades e variedades de produtos que eles gostariam de ver em seu e-commerce;
  • conteúdos que gostariam de consumir em seu blog ou nas redes sociais;
  • meios de pagamento que gostariam de utilizar.

Além dessas, muitas outras informações podem ser abordadas nessas pesquisas. Esses dados podem ser levantados a partir de questionários enviados por e-mail, ligações para aqueles que concordarem em participar ou, até mesmo, pelas funcionalidades disponíveis nos stories do Instagram.

Tudo certo?

Como pudemos observar, existem diversas formas para que seu e-commerce possa se destacar da concorrência. A escolha de quais delas serão mais efetivas para seu negócio vai depender do que você identifica como forças e fraquezas dos seus competidores e também das suas estratégias.

Além disso, as dicas não precisam ser todas aplicadas de uma só vez. Você pode ir fazendo uma modificação por vez, de acordo com as necessidades que encontrar em sua loja virtual.

Então, está pronto para se destacar da concorrência no comércio digital?

Informações da autora

Victoria Salemi é a editora responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de comércio digital da América Latina, com mais de 30 mil lojas ativas. Formada em Jornalismo, ama escrever e tornar assuntos complicados acessíveis a todos!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda

Os comentários estão encerrados.