5 impactos do pagamento instantâneo no e-commerce

o que é e como funciona?
outubro 19, 2020
o que é e como aumentar o ROI?
outubro 20, 2020
Show all

5 impactos do pagamento instantâneo no e-commerce

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Simples como mandar uma mensagem: o Pix é o novo meio de pagamentos criado pelo Banco Central do Brasil. Imagine fazer transações financeiras em segundos, a qualquer hora do dia ou da noite, em todos os dias do ano! Isso é pagamento instantâneo. 

Agora, imagine como a agilidade e a disponibilidade do Pix, nome dado ao novo arranjo de pagamentos brasileiro, podem impactar o e-commerce. É sobre isso que vamos falar neste artigo.

Mapeamos uma série de impactos do pagamento instantâneo no e-commerce, para que você entenda como o Pix transformará a lógica do mercado online.

Conheça agora! 

O que é o Pix ?

O Pix é o mais moderno meio de pagamento, que permitirá a transferência de valores, em segundos, 24 horas por dia, 7 dias por semana, incluindo fins de semana e feriados.

O pagamento instantâneo brasileiro será lançado, oficialmente, em novembro. Mas já é possível elencar suas principais vantagens e prever quais serão seus primeiros impactos no e-commerce

Quais as vantagens do Pix?

Disponível

Além da redução do tempo de espera do recebimento, o pagamento instantâneo também terá alta disponibilidade. Isso quer dizer que será possível realizar e receber pagamentos 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias no ano — incluindo fins de semana e feriados.

O Pix, ao contrário da TED e do DOC, foi pensado para estar disponível o tempo inteiro, durante todo o ano. 

Prático e Tecnológico

O pagamento instantâneo é prático e tecnológico! Tudo acontece ao alcance das mãos, com poucos cliques, pelo smartphone.

Além de uma conta digital em qualquer instituição financeira ou de pagamento, o celular será tudo o que precisaremos para realizarmos um Pix. 

Democrático 

Onde há troca de valores, pode haver pagamento instantâneo. Isso quer dizer que o Pix é compatível com todos os modelos de negócio: dos mais conservadores aos mais inovadores.

A instantaneidade do mais moderno meio de pagamentos atende a negócios que necessitam de extrema agilidade, como em um supermercado, que requer uma troca rápida de valores. 

O pagamento instantâneo também se encaixa em empreendimentos que precisam operar sem pausas, como o e-commerce, que está on-line e disponível 24 horas. Por isso, a disponibilidade do Pix, nesse caso, também não será uma preocupação.  

Aberto 

O Pix também possui uma estrutura de ampla participação. Isso quer dizer será possível efetuar um pagamento instantâneo entre instituições diferentes.

Além disso, o novo arranjo disponibiliza diversos modelos de transação o que deixa o sistema ainda mais democrático. Acompanhe as possibilidades: 

A sigla P2P é utilizada para fazer referência à expressão person to person. Ou seja: transações realizadas entre pessoas físicas.

Nesse caso, a sigla P2B é usada para definir as transações entre pessoas e empresas. A categoria inclui, também, o comércio eletrônico.

B2B abrange as transferências que poderão ocorrer entre empresas diferentes. Quer um exemplo? Quando uma empresa realizar o pagamento de um serviço prestado por um fornecedor, ela poderá utilizar o pagamento instantâneo Pix.

Nessa categoria, entram as transferências que envolvem órgãos do governo. Elas podem ser de uma pessoa física para um órgão (P2G), como a quitação de um imposto, ou de uma empresa para o governo (B2G), por exemplo.

Aqui entram pagamentos de salários e benefícios sociais feitos pelo governo para pessoa física (G2P). Além disso, será possível realizar o pagamento de convênios ou outros serviços feitos pelo governo para uma empresa (G2B).

Como fazer um Pix?

O Pix pode ser realizado de até três formas. As principais características do pagamento instantâneo, que são praticidade, agilidade e disponibilidade, estão presentes em todas elas. 

QR Code 

O pagamento instantâneo pode ser feito via leitura do QR Code. Para o pagador, a transação será efetuada via leitura do código, pela câmera do smartphone.

No caso do recebedor, o código QR poderá ser precificado e disponibilizado a clientes, fornecedores ou a amigos, por exemplo.

Inserção manual de dados 

Caso o desejo seja realizar uma transferência, a inserção manual dos dados também é permitida. Os dados do recebedor serão preenchidos manualmente.

Esse modelo se assemelha muito ao que já fazemos, hoje, nas transações tradicionais, como TED e DOC. 

Chave de endereçamento (Chaves Pix)

Nesse caso, a transação será iniciada com a inserção de uma das 4 chaves Pix: o número do celular, e-mail, CPF/CNPJ, chave aleatória.

As chaves funcionam como uma espécie de apelido para que, ao inseri-las, a transação seja iniciada, dispensando, assim, o preenchimento de outros dados. 

Quais os impactos do pagamento instantâneo (Pix) no e-commerce?

Mais agilidade nas entregas 

Fazer uma transação instantânea é tão rápido quanto tirar o dinheiro do bolso — para pagadores e recebedores.

Essa agilidade, que experimentávamos apenas no ambiente off-line, estará, a partir de novembro, disponível no mercado virtual graças ao pagamento instantâneo.

O Pix vai alterar positivamente a dinâmica de todos os atores que participam do fluxo de compras do e-commerce — clientes, lojistas, fornecedores, transportadores. 

Afinal, a instantaneidade do pagamento influencia diretamente na velocidade de confirmação e compensação do valor da compra. Dessa forma, o envio do produto também poderá ser iniciado em menor tempo. 

Mais formas de pagamento disponíveis 

Temos disponíveis, hoje, o cartão de crédito e o boleto bancário como as formas de pagamento mais populares na maioria dos e-commerces.

Aqui, então, o pagamento instantâneo será inserido como mais uma opção de cobrança para clientes e empreendedores.

O Pix será uma alternativa mais rápida que o boleto — que pode ter um prazo de compensação de até 72h -, e uma nova possibilidade para aqueles que não possuem o cartão de crédito. 

Fluxos de informação mais seguros 

O Pix, por ser um meio de pagamento criado e gerido pelo Bacen, oferece a segurança necessária para pagadores e recebedores. Para os e-commerces, o risco das operações pode diminuir, uma vez que fraudes e autofraudes ficam em maior evidência.

As transações eletrônicas do pagamento instantâneo conseguem, com eficiência, carregar informações complementares às atividades de compra e venda. Dessa forma, os e-commerces também ganham um aliado em potencial na coleta de dados. 

Mais economia 

Além de todas as vantagens que já citamos até aqui, o Pix também será mais econômico para os e-commerces. O pagamento instantâneo trabalha com pequenas tarifas porque necessita de menos atores para operarem no fluxo das transações. 

Dessa forma, devido à estrutura flexível e simples, o Pix permitirá a abertura do mercado para um maior número de prestadores de serviço. Esse cenário, então, faz com que o custo de implementação do novo arranjo seja mais baixo. 

Melhor fluxo de caixa 

O faturamento eletrônico pode proporcionar mais controle do fluxo de caixa. Isso é possível porque as transações realizadas via Pix são registradas eletronicamente

Como implementar o Pix em um e-commerce?  

Para o e-commerce que deseja oferecer o pagamento instantâneo, ter como aliada uma instituição de pagamentos é essencial. Empresas autorizadas pelo Banco Central, que participam diretamente do PIX, podem conectar outras empresa ao novo arranjo! 

Se você é dono ou dona de um e-commerce e ficou interessado (a) em disponibilizar o mais moderno meio de pagamentos no seu negócio? Comece já as soluções disponíveis e os benefícios que cada instituição pode trazer para o seu e-commerce.

Esse artigo foi escrito pela Gerencianet, a conta digital para negócios. 



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda

Os comentários estão encerrados.